6 dicas para otimizar a gestão de sua clínica de radiologia

por Lívia Nogueira em 01/04/2020 ⇠ Veja outros Posts

No Brasil, grande parte dos profissionais em radiologia são sobrecarregados de trabalho: longas jornadas semanais, plantões ininterruptos e, muitas vezes, mais de um emprego. 

Algumas vezes esses profissionais executam também cargos administrativos nas clínicas, hospitais ou consultórios em que trabalham, o que gera ainda mais obrigações e tarefas.

A falta de preparo e de tempo necessário para se dedicar à tantas tarefas distintas, podem gerar uma série de problemas de gestão, prejudicando tanto o profissional quanto o seu empreendimento. 

Para auxiliar, reunimos 6 dicas a seguir para otimizar a gestão de sua clínica de radiologia. Confira!

1 - Seja adepto da telerradiologia

A tecnologia junto à radiologia, conhecida como telerradiologia, é uma ótima aliada para otimizar a gestão de sua clínica. 

A automação dos processos tem sido cada vez mais comum em clínicas de diagnóstico por imagem, visando sua eficácia e até mesmo a redução de custos.

Com a utilização de um PACS, há como analisar e compartilhar exames e laudos realizados, que podem ser entregues ao paciente em poucas horas de forma online, ao invés de ser necessário esperar alguns dias para tê-lo em mãos.

2 - Atenção com a gestão financeira de sua clínica

Importante ter uma pessoa ou área responsável especificamente para gerir os gastos de sua clínica. Se necessário, contrate um serviço terceirizado.

 Mantenha o controle de receitas, despesas e investimentos. Lembre-se da importância de não misturar as finanças pessoais com as finanças da sua clínica.

 Além disso, ter um conhecimento aprofundado de custos, permite mapear exatamente quanto cobrar pelos serviços que você oferece. Vamos falar um pouco mais sobre isso no tópico abaixo!

 De toda forma, é essencial ter um conhecimento básico do assunto, pois dessa forma haverá como acompanhar de pertinho toda a gestão financeira do centro de saúde em que você trabalha.

3 - Cobre um valor justo e tenha uma reserva

No início, principalmente, é comum ter dúvidas sobre o valor a ser cobrado para os pacientes, certo? 

Além de pesquisar o valor que outras clínicas e  profissionais da área de radiologia cobram, é importante levar em conta qual é a capacidade de atendimento do seu estabelecimento e então realizar um levantamento de todos os gastos (fixos e variáveis), dos valores dos procedimentos e acrescentar o lucro pretendido. 

Não espere que a agenda esteja cheia de pacientes agendados para começar a reservar algum dinheiro. Para ajudar em situações de imprevistos, ou  caso você resolva expandir o negócio, ter uma poupança fará muita diferença! 

4 - Conheça seus pacientes e pense no bem estar deles

Pesquisar o perfil das pessoas que deseja atender e planejar o consultório para melhor recebê-los é uma ótima dica de gestão de clínica. 

Fazer da clínica ou consultório um local aconchegante e que atenda de forma eficaz o gosto e necessidade dos pacientes, é uma excelente forma de começar. Além de fidelizá-los, isso funcionará como uma  propaganda positiva para o seu trabalho. 

5 - Utilize softwares para auxiliar o seu trabalho

Algo essencial é estar sempre atento aos prazos de entrega dos exames e laudos.

Para colaborar com toda sua equipe e evitar que alguém seja sobrecarregado, é importante contar com uma empresa que ofereça o serviço remoto, como é o caso do laudo à distância do BeeRads.

Além de ajudar no orçamento mensal da sua clínica possibilitando mais economia e trazer mais qualidade de vida para os médicos, as ferramentas PACS podem deixar os clientes bastante satisfeitos. Os profissionais podem laudar à distância e o resultado do exame fica disponível para os pacientes em poucas horas, ao invés de demorar dias ou até semanas para poder tê-los em mão. 

 

6 - Cuide bem dos seus colaboradores

Importante estar atento à saúde física e mental dos colaboradores, para que assim a produtividade da sua clínica não seja prejudicada. 

Uma ideia eficaz pode ser incentivar as interações entre os colaboradores, para que tenham uma relação saudável e com isso trabalhem satisfeitos.

Outra questão de extrema importância é acompanhar de perto os profissionais que lidam diretamente com a realização dos exames de imagem, para que cuidados de proteção e segurança sejam seguidos à risca. O dosímetro pessoal utilizado durante o trabalho e a posição do profissional em relação à cabine são questões delicadas e importantíssimas em questão de segurança.

A produtividade também pode ser influenciada, quando se é dada a devida atenção à capacitação e treinamentos que podem ser oferecidos à equipe, pois isso manterá a motivação em alta, além do comprometimento e empenho de cada um em ser colaborador da sua clínica. E isso vale tanto para os profissionais que lidam com a radiologia, quanto para os profissionais que trabalham no setor de atendimento.

Tudo isso reflete em melhorias de colaboradores engajados e ambiente de trabalho saudável. Não se iluda! Os pacientes conseguem perceber quando o clima de uma clínica é saudável ou não. 

Essas foram as dicas de hoje para otimizar a gestão de sua clínica de radiologia!

Para quaisquer dúvidas que possam surgir sobre o tema ou sobre o nosso sistema propriamente dito, estamos à disposição para saná-las e ajudar no que for necessário. 

Fique de olho e nos acompanhe nas próximas postagens! :)

Lívia Nogueira

Lívia é do time de Marketing e redatora do BeeRads.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar: